segunda-feira, 1 de março de 2010

Plantão de Noticias das 09h

Aeronáutica entrega documentos secretos que dizia ter destruído

Após quatro anos de pressão do governo, a Aeronáutica entregou ao Arquivo Nacional, no início do mês, pelo menos parte dos documentos secretos que produziu durante a ditadura militar. A própria Aeronáutica informara anteriormente que esses itens haviam sido destruídos, o que reaviva a suspeita de que as Forças Armadas mantêm escondidos papéis sigilosos da ditadura.
______________________________________________

Apoio de Lula pode definir escolha de 42%

A pesquisa Datafolha mostra que 42% dos entrevistados pretendem votar no candidato apoiado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva - e nem todos sabem que sua preferida é Dilma Rousseff, o que indica potencial de crescimento para a ministra. Outros 26% dizem que "talvez" sigam a opção de Lula, e 22% rejeitam essa possibilidade.
______________________________________________

Planalto ignora ''PMDB descartável'' nos Estados

O presidente Lula e o PT costuram o acordo eleitoral com o PMDB mirando dois objetivos estratégicos: o tempo do aliado no horário eleitoral gratuito e o entendimento com o PMDB de Minas, para neutralizar a força do governador tucano Aécio Neves e facilitar a vitória da candidata petista à Presidência, Dilma Rousseff. Na definição de dirigentes peemedebistas, os interesses do partido nos demais Estados compõem o pacote do chamado "PMDB descartável".
______________________________________________

Candidatos do DEM buscam discurso para descolar de Arruda

Enquanto a direção nacional do DEM tenta avaliar os estragos causados pelo escândalo no Distrito Federal, os futuros candidatos do partido aos governos estaduais montam um discurso para se distanciar do governador José Roberto Arruda e, se for necessário, comparar o episódio com o mensalão do PT. Cada vez que o chamado "mensalão do DEM" for lembrado pelos adversários, a estratégia é dizer que os petistas preferiram ignorar a gravidade do caso, em 2005, enquanto o DEM afastou os envolvidos nas denúncias de corrupção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário