segunda-feira, 20 de julho de 2009

Plantão de Notícias 14h.

*Mais seis novos casos de gripe suína foram confirmados neste sábado no Rio Grande do Norte, agora somam 14.
A subcoordenadora de vigilância epidemiológica da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), Juliana Araújo, informou que está analisando os laudos dos pacientes para saber se eles contraíram a doença aqui ou se tiveram contato com alguma pessoa que tenha viajado para uma das regiões onde o vírus circula.
A princípio no Rio Grande do Norte o vírus H1N1 não circula no estado. Até sábado, dos oito casos confirmados anteriormente, todos haviam contraído a doença fora do estado.

* Na opinião da subcoordenadora de vigilância epidemiológica da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), Juliana Araújo, a prevenção é a melhor solução. Cuidados como lavar as mãos, andar de máscaras se estiver gripado, independente de que tipo de gripe for, fazer repouso e beber muito líquido nunca é demais.

Ela alertou ainda para a automedicação. "Os pais não devem ministrar antivirais aos filhos sem orientação médica. O repouso e a ingestão de líquido é o melhor tratamento para a cura de uma gripe", afirmou Juliana Araújo.

A orientação da especialista para quem estiver com um parente com sintoma de gripe é que o leve a uma das unidades básicas de saúde do estado para ser avaliado.

*Ministério Público diz que verba de R$ 5 milhões enviadas à saúde mental no RN não foi aplicada.
O Ministério Público afirma que o governo do Rio Grande do Norte não fiscalizou a aplicação de uma verba de R$ 5 milhões enviada aos municípios pelo Fundo Nacional de Saúde para ser utilizadas na rede de saúde mental.
Além dos problemas na aplicação das verbas, o Ministério Público quer mais planejamento e funcionalidade nas reformas realizadas pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap).
“As obras feitas pela Sesap são desorganizadas. Não são planejadas, também não são bem executadas. Não têm as datas de começo e fim”, enfatizou a promotora de saúde Iara Pinheiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário