sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Plantão de Notícias das 11h


Lula reafirma metas de redução de emissão de gases

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva reafirmou hoje (26) o compromisso do Brasil com a redução das emissões de gases de efeito estufa. Ao participar da inauguração do Gasoduto Urucu-Manaus, ele disse que o país levará para a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-15), em dezembro, na Dinamarca, a proposta de diminuir entre 36,1% e 38,9% seu índice de emissões.
________________________________________________________________

Em dezembro, internautas podem acompanhar dia-a-dia do STF pelo Twitter

O público que acompanha diariamente a página de notícias do Supremo Tribunal Federal (STF) na Internet e o canal de vídeos da Corte no YouTube passa a contar com mais uma fonte de informações sobre tudo que acontece na instância máxima do Judiciário brasileiro. A partir do dia 1º de dezembro, o Supremo passa a se comunicar com seu público, também, por meio do Twitter, rede social criada em 2006 e reconhecida por sua simplicidade e grande agilidade.
________________________________________________________________

Rosalba participa de encontro do DEM Mulher em Natal

A senadora Rosalba Ciarlini (DEM), pré-candidata à sucessão estadual de 2010, participa de um evento promovido pelo DEM Mulher, nesta sexta-feira (27) pela manhã, no Hotel Maine, em Natal. É o seminário “A Cidadania da Mulher e a Participação Política”.

A assessoria do partido divulgou que o objetivo do seminário é “fortalecer o debate em torno das questões que envolvem a mulher potiguar na luta pela implantação de políticas públicas voltadas fundamentalmente para a igualdade de gênero”.
_________________________________________________________________

Mantega destaca programa de investimentos em reunião na Febraban

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou ontem (26), no jantar anual da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), que pela primeira vez, nas últimas décadas, o país possui um amplo programa de investimentos, com projetos de grande porte, que exigem uma estrutura adequada de financiamento.

“Teremos hidroelétricas, estradas, ferrovias, trens de alta velocidade, estádios e vilas olímpicas saindo do papel. Essas obras precisam de financiamentos mais sofisticados”, afirmou o ministro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário