sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Plantão de Notícias das 09h

Meio milhão de guerrilheiros virtuais

O PT prepara uma operação de guerra na internet a fim de dar fôlego à campanha presidencial da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. A ideia é municiar com textos, áudios e vídeos os 518.912 filiados que participaram, em novembro de 2009, das eleições internas do partido. Eles terão a missão de reproduzir e distribuir o material de propaganda em blogs e redes sociais, como Orkut, Facebook, Twitter e Google Buzz.
_________________________________________________

Aceno a Aécio

O Planalto avalia que existe alguma chance de Aécio Neves aceitar ser vice de José Serra, mas acredita ter na manga uma carta para demover o mineiro dessa eventual inclinação: retirar de campo os dois petistas que disputam a vaga do partido na sucessão estadual (Fernando Pimentel e Patrus Ananias), deixando Hélio Costa (PMDB) como único candidato da base lulista.
_________________________________________________

Se Arruda renunciar ao cargo, STJ aceita soltá-lo

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) aceita libertar José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM) em troca da renúncia dele ao governo do Distrito Federal. Na avaliação dos juízes, por ter ficado preso durante duas semanas, o governador não ameaça mais as investigações e não tem como obstruir o inquérito da Operação Caixa de Pandora. O que o STJ não aceita é que Arruda se mantenha apenas como "governador licenciado até o fim das investigações", como querem os advogados.
__________________________________________________

Prefeito teria comprado 60% dos eleitores de sua cidade

A juíza Isabelle Coutinho, da cidade de Campo Grande, a 154 quilômetros da capital, determinou o afastamento do cargo do prefeito, Arnaldo Higino Lessa (PTB), e de seu vice. Ele é acusado de comprar 60% dos votos da cidade, que tem 5.000 eleitores, nas eleições de 2008. Arnaldo Higino disse que vai recorrer da decisão ao Tribunal Regional Eleitoral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário