quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Plantão de Notícias das 11h


1. Consumo de energia bate nível pré-crise

O consumo brasileiro de eletricidade bateu o recorde na terça-feira, superando volumes verificados antes da crise financeira. Segundo dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), foram consumidos 58.486 megawatts (MW) médios anteontem, com pico de 66.272 MW às 14h42, superando os valores registrados em 11 de setembro de 2008.
___________________________________________________________________

2. Copa e eleição barram concessão de aeroporto

A Copa do Mundo de 2014 e o fator eleitoral no próximo ano ameaçam a implantação de um plano de privatização de aeroportos no país, hoje administrados pela estatal Infraero.

A avaliação técnica dentro do governo federal é que não há mais tempo para privatizar e reformar os aeroportos antes do Mundial de futebol -seria mais rápido, e menos arriscado, portanto, ajustar terminais e pistas com dinheiro estatal.
____________________________________________________________________

3. País tenta reaver dinheiro de "propinoduto"

O ministro da Justiça, Tarso Genro, negocia na Suíça a repatriação de valores entre US$ 20 milhões a US$ 30 milhões (entre R$ 34,5 milhões a R$ 51,8 milhões) que foram desviados no caso do "propinoduto", protagonizado por fiscais do Rio de Janeiro e que começou a ser investigado em 2002.

Caso a negociação se efetive, esse será "o maior valor que o Brasil já obteve em fundos repatriados", afirmou Tarso ontem em Genebra. Em investigações sobre doleiros nos EUA, o governo conseguiu reaver US$ 1,8 milhão (R$ 3,1 milhões).
____________________________________________________________________

4. Emissão do Brasil sobe 62% em 15 anos

Puxadas pelo desmatamento da Amazônia e do Cerrado, as emissões de gases de efeito estufa no Brasil aumentaram 62% em 15 anos, entre 1990 e 2005, segundo o inventário oficial de emissões, cujos dados preliminares foram apresentados ontem pelo ministro Sergio Rezende (Ciência e Tecnologia). A previsão era de que o inventário só fosse sair em 2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário