terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Plantão de Noticias das 10h



Número de cheques devolvidos e títulos protestados aumentou em novembro

A compensação bancária registrou mais de 2 milhões de cheques devolvidos no mês de novembro, com aumento de 4,29% em relação às devoluções do mês anterior. Em relação a novembro do ano passado, auge da crise financeira mundial, houve redução de cheques não compensados (9,63%).
____________________________________________________________

Fundo do clima pode excluir Brasil

Com a União Europeia à frente, governos de países industrializados se recusam a repassar recursos dos fundos de Adaptação e Mitigação aos grandes países emergentes, como o Brasil. A discussão ocorreu ontem, nos bastidores do primeiro dia da 15ª Conferência do Clima das Nações Unidas (COP-15), em Copenhague.
______________________________________________________________

Bebê é encontrado em banheiro de terminal ferroviário

Um bebê com apenas 1 mês de vida foi encontrado abandonado no banheiro do Terminal Princesa Isabel, no centro de São Paulo, nesta segunda-feira (7), De acordo com um soldado da Polícia Militar Silvanildo Soares, que atendeu a ocorrência a criança só foi encontrada porque um funcionária que faz segurança do terminal ouviu o choro do bebê, enquanto vistoriava o banheiro.
_______________________________________________________________

R$ 3,5 bi para reajuste de aposentados

O relator-geral do Orçamento, deputado Geraldo Magela (PT-DF), em seu relatório preliminar, incluiu recursos adicionais para garantir um reajuste acima da inflação para os aposentados que ganham benefícios maiores que o salário mínimo. Segundo Magela, serão destinados R$ 3,5 bilhões para fazer frente a essa despesa não prevista no Orçamento, mesmo que até a data da votação o governo e os aposentados não tenham chegado a um acordo sobre o índice desse reajuste real (acima da inflação).
________________________________________________________________

Discussão entre pais e médico em hospital de Natal gera indenização

Os pais de um bebê que teve atendimento negligenciado em hospital do Plano de Saúde Hapvida vão ser indenizado em R$ 2.500,00, mais correção monetária, à título de Indenização por Danos Morais. Foi o que decidiu a juíza de direito Amanda Grace Diógenes Freitas Costa Dias, da 7ª Vara Cível de Natal. Os autores (J.A.N. e P.M.S.) alegaram que no dia 23 de novembro de 2001 contrataram com a Hapvida um plano de assistência médica particular, e que em novembro de 2002 precisaram usufruir dos serviços contratados em razão de enfermidade que acometera seu filho, o menor V.M.N., então com um ano e seis dias, que apresentava sinais de fortes espasmos e diarréia constante, tendo sido atendidos, na ocasião, pelo médico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário