quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Plantão de Notícias das 11h

Agripino avalia atividades no Senado durante o semestre

Ao fazer um balanço dos trabalhos do Congresso Nacional durante o ano de 2009, o senador José Agripino (DEM-RN) enumerou várias matérias importantes aprovadas pelo Senado, apesar da crise enfrentada pela instituição. Por outro lado, ele citou como o principal momento negativo do Parlamento durante o ano a não regulamentação da Emenda 29, que fixa percentuais mínimos a serem destinados à Saúde pela União, por Estados e municípios. A matéria está tramitando na Câmara dos Deputados.
___________________________________________________

Governador sequestrado pelas Farc é achado morto

O governador colombiano Luis Francisco Cuéllar, que havia sido sequestrado pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, foi encontrado morto nesta terça-feira (22). Seu corpo foi achado baleado e rodeado de explosivos em Sebastopol, zona rural próxima da capital de Caqueta, departamento que governava. Segundo os jornais colombianos "El Tiempo" e "El Espectador", o governo do país ainda não confirma oficialmente que o corpo encontrado é de Cuéllar, mas o secretário de governo de Caqueta já afirmou ser de fato ele.
____________________________________________________

Alto preço atrapalha avanço da banda larga no Brasil

Os brasileiros pagam tarifas 18 vezes maiores que os japoneses e 7,2 vezes maiores que os americanos quando o assunto é banda larga. É o que destaca o último boletim Radar do IPEA, sobre a situação da conexão de alta velocidade no país. O alto preço ainda é o maior entrave para o crescimento da inclusão digital. O levantamento questiona também o fato da população brasileira pagar por um preço maior que os países citados e, no entanto, utilizar um serviço com velocidade de acesso bastante inferiores.
_____________________________________________________

'Os poderosos no Brasil dificilmente vão para a cadeia`

O ministro da Justiça, Tarso Genro, disse nesta terça-feira que a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de suspender o processo contra o banqueiro Daniel Dantas cria uma sensação de impunidade.
- No processo dessa repercussão, reflete no senso comum aquela conclusão clássica: 'os poderosos no Brasil dificilmente vão para a cadeia. Os poderosos no Brasil são inatingíveis pela Justiça' - disse Tarso, ao participar de cerimônia de assinatura de convênios do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci).

Nenhum comentário:

Postar um comentário