terça-feira, 2 de março de 2010

Plantão de Notícias das 09h

Lula chega ao Chile e oferece ajuda a Bachelet

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva desembarcou nesta segunda-feira, 1, no aeroporto de Santiago, no Chile, onde se encontrou com a colega Michelle Bachelet. O desembarque foi transmitido pelo canal a cabo Globonews. Lula estava em Montevidéu, no Uruguai, onde participou da posse do presidente José Mujica. Antes de embarcar para Santiago, o presidente disse que a situação no Chile 'é mais grave' do que se pensava e que o Brasil está disposto a colaborar financeiramente com a recuperação da infraestrutura do país.
__________________________________________________

Aulas de escolas estaduais são paralisadas no 1º dia

Mais uma greve por tempo indeterminado foi deflagrada pelos professores da rede pública estadual de ensino no Rio Grande do Norte. A paralisação foi decidida ontem pela manhã durante assembleia geral que reuniu os educadores na escola Winston Churchill, localizada em Natal. Por causa do movimento, as aulas do ano letivo que foram iniciadas nesta segunda-feira ficam suspensas até que o Governo do Estado e a categoria entrem num acordo.
__________________________________________________

Taxistas reclamam da forma de distribuição de concessões e alegam haver favoritismo

Na tarde da última sexta-feira, dia 26, o prefeito Aldivon Nascimento (PR), após vários meses de promessa, acabou realizando a distribuição das concessões para os taxistas de Baraúna que aguardavam as vagas. O anúncio causou a maior confusão quando encerrou a leitura dos contemplados que chegaram a 42 concessões, quando por lei ele poderia oferecer até 54.
__________________________________________________

Cosern supera meta estabelecida para novo projeto

A Companhia Energética do Rio Grande do Norte (COSERN) superou a meta estabelecida para o projeto Energia Verde antes do tempo previsto. A iniciativa pioneira implantada pela Neoenergia/Cosern, em Natal, previa a adesão de mil clientes residenciais que consomem entre 100 e 401kwh mensal até o mês de março. A meta, entretanto, foi superada no início de fevereiro.
_________________________________________________

Mensalão do DEM - O preço da liberdade

Se José Roberto Arruda renunciar ao cargo de governador do Distrito Federal, com toda a certeza deixará a prisão na próxima quinta-feira quando o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir sobre o pedido de habeas corpus em favor dele. Fora do cargo, Arruda perderá poder de fogo para seguir tentando prejudicar a investigação em torno do mensalão do DEM. Está fora de cogitação o STF simplesmente libertar Arruda e devolvê-lo ao cargo. Não faria sentido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário