terça-feira, 6 de abril de 2010

Plantão de Notícias das 09h

No ano eleitoral, mais verba para PAC

A primeira reunião entre a nova equipe da Esplanada e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou que a execução do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) nos dois primeiros meses deste ano foi 136% maior do que em janeiro e fevereiro do ano passado. Os números confirmam tendência prometida ao longo do ano passado pelo próprio Lula de que o último ano de seu governo, e também de eleição, seria o "ano do investimento".
_____________________________________________________

Sindicalistas do ABC fazem lobby por caças suecos

O prefeito de São Bernardo do Campo (SP), Luiz Marinho, e o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Sérgio Nobre, assinaram nesta segunda-feira, uma declaração de apoio do movimento sindical à compra dos caças suecos pelo governo brasileiro. O documento, que será entregue ao presidente Lula, também teve o apoio do presidente da Confederação Nacional dos Metalúrgicos (CNM-CUT), Carlos Alberto Grana, e do presidente de um dos maiores sindicatos de metalúrgicos da Suécia, Stefan Löfven.
______________________________________________________

Lula é segundo governante mais bem avaliado do continente

Após mais de sete anos no poder, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva é o segundo governante mais popular das Américas, atrás apenas do presidente salvadorenho, Maurício Funes, segundo dados coletados pela consultoria mexicana Mitofsky. “Como em quase todo seu mandato, que já está acabando, [Lula] aparece no grupo dos mais bem avaliados”, afirma o relatório divulgado neste domingo (4), destacando que o presidente brasileiro tem 76% de aprovação após 88 meses no governo.
_______________________________________________________

Mantega não recebeu diárias sem viajar, diz Fazenda

O Ministério da Fazenda negou nesta segunda-feira (5), por meio de sua assessoria de imprensa, que o titular da pasta, Guido Mantega, tenha recebido diárias sem viajar. A informação consta em reportagem publicada na edição desta segunda do Correio Braziliense. Questionado há pouco sobre o assunto, ao chegar ao Ministério da Fazenda, Mantega não deu declarações. Se limitou a dar um "boa tarde" aos repórteres que o aguardavam.
________________________________________________________

PSDB reage e diz que Dilma faz 'terrorismo'

O PSDB reagiu ontem às críticas feitas pela presidenciável petista, Dilma Rousseff, classificando seu discurso de "descompensado e terrorista". Para o presidente nacional do partido, senador Sérgio Guerra (PE), o tom mais agressivo dos ataques da ex-ministra à oposição seria um reflexo da retomada da trajetória de crescimento da candidatura do tucano José Serra, identificada pela última pesquisa do Datafolha e outras internas encomendadas pela cúpula tucana. Guerra destacou que no Rio Grande do Sul, por exemplo, Serra já teria aberto uma vantagem de mais de 20 pontos em relação à adversária petista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário