segunda-feira, 12 de abril de 2010

Plantão de Notícias das 11h

Acusados na Operação Pasárgada têm 15 dias para responder a ministro do STJ

O ministro Nilson Naves, do STJ (Superior Tribunal de Justiça), deu prazo de 15 dias para que sete acusados na Operação Pasárgada se manifestem sobre a denúncia do MPF (Ministério Público Federal). Deflagrada em 2008, a operação desmantelou um suposto esquema de desvio de dinheiro do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) e de venda de sentenças judiciais. O valor desvio pode ter chegado a R$ 200 milhões.
_______________________________________________

Sandra Rosado defende instituição federal de ensino na cidade de Nova Cruz

A deputada federal Sandra Rosado (PSB) defende na Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público a instalação de um campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) no município de Nova Cruz. Na condição de relatora da proposta, que é originária do Projeto de Lei n° 6763/2010 do Senado Federal e é de autoria da senadora Rosalba Ciarlini, Sandra Rosado apresentou parecer pela aprovação por entender que representa um grande avanço para a educação no Rio Grande do Norte.
_______________________________________________

Disputa pelo Senado coloca José Agripino e Wilma de Faria frente a frente pela primeira vez

A eleição 2010 no Rio Grande do Norte tem foco voltado para a disputa do Senado que pode ser o fim da linha na carreira dos políticos que por mais tempo governaram o Estado nas últimas décadas. Também coloca frente a frente pela primeira vez a ex-governadora Wilma de Faria (PSB) e o senador José Agripino (DEM). Os dois são da mesma geração de políticos, mas Agripino teve uma carreira mais precoce ao se tornar governador do Rio Grande do Norte aos 36 anos em 1982. Graças a isso, ele lançou Wilma na política ao colocá-la como secretária de Estado e depois como candidata a prefeito de Natal na primeira eleição na capital após a redemocratização, em 1985.
________________________________________________________

RN terá fundo de apoio a empresas de petróleo e energia

O Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Planejamento e Finanças (SEPLAN), da Secretaria de Energia e Assuntos Internacionais e da Agência de Fomento do Rio Grande do Norte (AGN) iniciou os procedimentos para a implantação e operação de um fundo de investimentos voltado para a cadeia produtiva de petróleo e energia no Estado. O Fundo de Investimento em Direitos Creditórios (FDIC), a ser operacionalizado pela AGN, vai permitir às empresas prestadoras de serviço ou fornecedoras da Petrobras antecipar receitas de faturas a receber.

Nenhum comentário:

Postar um comentário